Eventos

Entrada Artigos História António Cardoso
António Cardoso PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Avaliação: / 0
FracoBom 
Escrito por Carlos Ventura   
Quinta, 15 Novembro 2012 21:40

Livro A Sociedade Portuguesa de Naturalogia e o Naturismo em Portugal, ed SPN 2012, Apresentação do Autor, na contra-capa  

António Cardoso

António Cardoso licenciou-se em Química e em Engenharia Química, tendo sido toda a sua vida profissional ocupada como professor de Química. Isto seria, aparentemente, contraditório com alguém dedicado à natureza mas a verdade é que Cardoso utilizou o seu conhecimento em química para descobrir e denunciar as malfeitorias que a sociedade industrial tem vindo a fazer à natureza e aos alimentos. Aliás, após lecionar quase quatro décadas no ensino secundário, Cardoso lecionou também nas escolas de saúde natural Escola Superior de Biologia e Saúde e Instituto Hipócrates de Ensino e Ciência, iluminando com a sua simpatia e o seu saber gerações de alunos. A sua longuíssima vivência como estudioso e praticante da alimentação e da saúde naturais deu-lhe um conhecimento em alimentos e plantas medicinais que nunca aplicou nem quis exercer como naturopata mas que lhe foi muito útil na docência.

António Cardoso é desde há muitos anos uma referência de honestidade no comportamento, de correção no trato humano, de amizade sincera, de militância permanente em prol dos ideais que professa, de entrega total ao naturismo e à Sociedade Portuguesa de Naturalogia. Proferiu inúmeras palestras, escreveu inúmeros artigos, recolheu inúmeras entrevistas para jornais, revistas e boletins, dinamizou associações e inúmeras iniciativas… O seu exemplo de coerência inspira e incita a continuar esta luta que, para António Cardoso, sempre foi claramente encarada como colectiva. E este é seguramente um dos aspectos que mais marcam a sua presença na SPN e nas associações em que participou: a sua integração no colectivo, o seu posicionamento como democrata, o seu respeito pela dinâmica do grupo. Este apaziguamento, esta conjunção de esforços e anseios é uma prática e um legado que a SPN mantem e cultiva. Quando as guerras de poder submergiram as estruturas da SPN, a perda foi enorme e a longo prazo. Quando, pelo contrário, trabalhámos como grupo, criando sinergias, respeitando-nos e sendo mais como grupo que a soma como indivíduos nos permitiria, então nesses períodos a SPN e a saúde natural deram saltos em frente e prosperaram. Talvez mais que tudo, é esta a memória que nós temos de António Cardoso: um de nós, companheiro de projectos, de convívio, de construção do futuro.

Carlos Campos Ventura

Presidente da Direcção

 

Subscreva Newsletter

Medicinas Não Convencionais


Receber em HTML?