Eventos

Entrada Artigos História A Espiral Nasceu Há Trinta Anos
A Espiral Nasceu Há Trinta Anos PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Avaliação: / 4
FracoBom 
Escrito por Carlos Ventura   
Quarta, 29 Outubro 2008 17:34
in revista Natural Beija-Flor 2008 dez

A ESPIRAL NASCEU HÁ TRINTA ANOS

Em 26 de Setembro de 1978, a cooperativa Espiral abriu as portas, abrindo um novo capítulo na saúde natural no nosso país.

A época Histórica. Os anos da segunda metade da década de 70 do século XX foram, na História portuguesa, provavelmente os mais efervescentes, a nível político e social, mas também quanto à revolução de costumes e mentalidades, além de propostas culturais. Depois de quase meio século de fechamento e desconfiança em relação ao exterior e a tudo o que não fosse ortodoxo e oficial, o país festejou a partir de 1974 a liberdade de ver, ouvir, ler, aprender e experimentar saberes que lhe tinham estado vedados. A alimentação e a saúde naturais nunca deixaram de estar presentes no nosso país, mas com muitas limitações quanto à informação, quanto à formação e quanto ao exercício da profissão de Naturopata. Com o 25 de Abril começaram a abrir-se restaurantes, lojas e clínicas e a promover-se seminários e cursos. A Espiral nasce neste contexto.

O projecto. Nesses anos estava acesa a controvérsia entre a macrobiótica e o vegetarianismo (ou naturismo), estando o primeiro acantonado na Unimave e o segundo na Sociedade Portuguesa de Naturalogia. Qualquer uma destas organizações era, por sua vez, abalada ciclicamente por lutas internas – na linha aliás do que estava a acontecer no país. A Espiral quer quebrar este ciclo de rivalidades e criar um local de convergência, convívio e crescimento conjunto entre os adeptos das várias tendências e sensibilidades do arco da vida natural.

A designação completa deste novo projecto é Espiral-Centro de Divulgação de Alternativas. A Espiral nasce portanto vocacionada para, não só disponibilizar e praticar, mas também ser um agente activo da promoção de alternativas alimentares, de saúde, ecológicas e outras propostas heterodoxas.

Para a prossecução destes objectivos projectou-se ter restaurante, loja, livraria, cursos e palestras, consultas e tratamentos, e também edição. Tudo isto tem sido cumprido.

Os fundadores. O grupo da equipa fundadora começou a agregar-se sob a iniciativa de Manuel António Valventos, licenciado em Engenharia Química, que foi quem se dedicou consistentemente ao projecto, sendo o mais vocacionado para gerir a cooperativa, o que faz até hoje, tendo todos os outros sócios optado por centrar a sua acção profissional e de vida noutros lugares e caminhos. Além dele próprio, a Espiral abriu com o entusiasmo de, entre outros, José Faro, nessa altura estudante de Filosofia; Norberto de Sousa, que era estudante de Medicina; António Pena, que tinha cozinhado no restaurante Chacra (ao pé da Fonte Luminosa) e que se ocupou da cozinha; Victor Quelhas, que promoveu alguns cursos e continua a dinamizar palestras. A breve trecho, juntou-se a nós Mário Céu, cuja habilidade e entrega permitiram fazer obras estruturais na Espiral. Gere desde há anos a livraria.

Pela minha parte, eu tinha a experiência da direcção técnica de A Biológica (centro macrobiótico situado na Praça dos Restauradores) e na Espiral tinha a responsabilidade da gestão técnica da loja e da cozinha. Pessoalmente, sinto-me muito ligado a esta instituição, até porque foi aqui que em 1979 comecei a dar consultas e a leccionar cursos. Já nesta década, fui o director clínico e responsável pelos cursos e palestras, continuando ainda a dar apoio técnico como Naturopata à loja.

Apesar de a equipa de treze activistas do início se ter restringido a número residual, e do intensíssimo envolvimento colectivo (que, apesar do entusiasmo, era muitas vezes ineficiente) daqueles primeiros tempos contrastar com a gestão pessoal de hoje, o projecto em 2008 é sem dúvida continuador do de 1978. Nas suas instalações encontraram ainda abrigo, até ganharem asas, os Amigos da Terra, a Agrobio, a Fenaman, a Escola Superior de Medicina Tradicional Chinesa, a Escola Europeia de Saúde Natural, a revista Beija-Flor Natural, entre outras organizações.

 

Subscreva Newsletter

Medicinas Não Convencionais


Receber em HTML?