Eventos

Entrada Artigos História Consultas e Tratamentos de Medicinas Não Convencionais na Junta de Freguesia do Coração de Jesus
Consultas e Tratamentos de Medicinas Não Convencionais na Junta de Freguesia do Coração de Jesus Versão para impressão Enviar por E-mail
Medicinas Não Convencionais - História
Escrito por Administrator   
Quarta, 15 Setembro 2010 15:06

in Boletim Informativo da Junta de Freguesia do Coração de Jesus, Lisboa 2009 Dez
CONSULTAS E TRATAMENTOS DE MEDICINAS NÃO CONVENCIONAIS NA JUNTA DE FREGUESIA

Desde 2006, na Freguesia do Coração de Jesus, a Junta disponibiliza consultas e tratamentos de medicinas não convencionais à população. Esta iniciativa foi pioneira no nosso país, sendo que hoje já não é a única Junta de Freguesia, em conjunto com o Instituto Hipócrates, a oferecer este tipo de serviço. A resposta da população tem sido entusiasmada e entusiasmante. Em 2009 foram praticados neste programa 604 actos naturológicos (consultas e tratamentos). Os testemunhos das utentes inseridos nesta edição ilustram as reacções típicas.

Que utentes recorrem a este serviço? Sendo gratuito, este serviço foi criado para ser acessível a qualquer habitante da freguesia. Mas a experiência destes anos diz-nos que a característica que mais ressalta entre os utentes é serem, na sua maioria, habitantes de idade mais avançada. Para além da alta densidade de idosos nesta zona tradicional, outra razão provável é estas consultas e tratamentos terem-se revelado extremamente eficazes em problemas articulares e ósseos (e também tendinites), mais típicos de idades avançadas. Mas o que é verdade é que muitos outros problemas com pessoas mais jovens podem ter igualmente excelentes resultados, e será importante motivá-las para usufruírem deste serviço. De notar que o serviço está igualmente disponível para habitantes de fora da Freguesia, embora para estes não seja gratuito, e é verdade que é com regularidade que de fora há quem se desloque à Junta para se tratar, atraído pelos bons resultados e pelos preços atractivos.

Quais os métodos usados nestes actos naturológicos? Os métodos usados situam-se exclusivamente dentro do que foi aprovado na Lei de Base das Terapias Não Convencionais e nos respectivos projectos de regulamentação. Ou seja, o que seleccionámos como de maior praticabilidade, eficácia e aplicabilidade tem sido comprovado desde há séculos, constituindo práticas seguras e estudadas em instituições de vários continentes.

O Instituto Hipócrates lecciona o curso de Fitoterapia Naturopática e o curso de Naturopatia. Estas duas profissões estão consignadas na lei de 2003. O Fitoterapeuta usa como principal recurso terapêutico as plantas medicinais, seja secas, frescas ou em extractos fitoterápicos e nutricionais secos ou líquidos. Conhece também e recomenda dietas alimentares e hidroterapia. Pode, complementarmente, utilizar outros recursos como por exemplo manipulações/massagens, acupunctura reflexológica (mãos, orelha), etc. O Naturopata é competente, aprofundadamente, em todos estes recursos, sem esquecer o estilo e a higiene de vida. São estes os métodos passíveis de serem usados nestes actos naturológicos - consultas e tratamentos - na Junta de Freguesia.

O Instituto Hipócrates lecciona também outros cursos mais breves, como o de Acupunctura do Pé e da Mão/Reflexológica, de Auriculopunctura (Acupunctura da Orelha) e de Yoga do Riso. Todas as competências enumeradas podem fazer parte da profissão do Fitoterapeuta e, com maioria de razão, do Naturopata. Algumas delas podem também ser usadas pelo Homeopata ou pelo Acupunctor.

De notar que, porque existe uma faixa de utentes que dificilmente consegue ter acesso a "remédios naturais" devido ao respectivo custo, o Instituto assinou um protocolo com a empresa Soria, que permite aos utentes deste serviço comprar, numa loja da Freguesia, esses suplementos a preços muito mais reduzidos. Não temos dúvidas de que esta medida irá aumentar muitíssimo a eficácia, já de si alta, deste serviço.

Quais são os profissionais de saúde que executam estes actos naturológicos? Desde o início, a opção foi que Carlos Campos Ventura assumisse a Direcção deste projecto. Esta opção deveu-se a ele ter uma longuíssima experiência como director clínico de centros e clínicas de medicinas não convencionais, tendo exercido essas funções nomeadamente em dois importantíssimos centros, incontornáveis na História da saúde natural do nosso país: a Unimave (desde 1986 até 2001) e a Espiral (entre 2002 a 2008). É Carlos Campos Ventura que assegura também, duas vezes por semana, as consultas e os tratamentos. Há contudo outros profissionais incluídos no projecto, e que ciclicamente efectuam os tratamentos. Ponto comum a qualquer destes profissionais é que são professores ou diplomados pelo Instituto Hipócrates, estando todos também inscritos nas associações profissionais e sendo portanto reconhecidos pelo respectivo Conselho Federativo-Federação das Medicinas Não Convencionais.  

Qual a articulação deste serviço com outros serviços de saúde? O responsável pelo pelouro da saúde da Junta de Freguesia Coração de Jesus, tanto no executivo eleito de 2005-2009 como no de 2009-2013 o médico Dr. Delberto Aguiar, foi quem tomou a iniciativa de propor ao restante executivo este programa. É muito gratificante saber que, desde o início, o executivo concordou com a proposta deste programa e que ele é consensual entre as várias forças políticas representadas na Assembleia de Freguesia, tanto antes como após as eleições de 2009. Foi entusiasmante para o Instituto Hipócrates criar este projecto. Porque foi pioneiro, o modelo teve que ser criado de raiz, tendo ao longo destes anos beneficiado de melhoramentos derivados dos balanços anuais que o Instituto faz de toda a sua actividade. A colaboração entre este serviço e o Centro de Saúde que serve a Freguesia é exemplar e constante, envolvendo contactos mútuos, troca de informações e endosso de utentes de um para outro. Esta metodologia resulta em enorme benefício para os utentes e para os habitantes da Freguesia Coração de Jesus.

A Direcção do Instituto Hipócrates de Ensino e Ciência 

 

Subscreva Newsletter

Medicinas Não Convencionais


Receber em HTML?